Jackpot Fishing

PUBLICIDADE

Jackpot Fishing - é o que ensina o 8 de Espadas, do tarot

Saiba como encerrar ciclos de forma madura

9 fev2024 - 13h01
Compartilhar
Exibir comentários

Quando todos os sinais que pedimos ao universo nos levam à uma única direção, não adianta tentar se agarrar em uma ideia diferente ou buscar imediatamente uma condição mais favorável, resistir será pior, não só agora, mas a longo prazo. Saiba como o arcano menor 8 de espadas pode te ajudar a lidar com a resistência de romper e seguir adiante.

Aprenda mais com o arcano 8 de Espadas
Aprenda mais com o arcano 8 de Espadas
Foto: Shutterstock / João Bidu

8 de Espadas: a verdade destrói o ego, mas cura a sua alma

É inevitável! Qualquer tipo de rompimento nos causa dor, seja aqueles vindo de outras pessoas para com a gente, ou ainda os rompimentos praticados por nós mesmos. Mas o que há por trás dessa dor? Afinal todo efeito tem a sua causa e ela pode não ser tão simples de compreender e se não há compreensão ficamos presos, limitados. Talvez essa seja a dica fundamental, apresentada pelo arcano menor do tarot, 8 de espadas.

No tarot de rider waite, um dos mais convencionais, a ilustração desse arcano menor é super complexa. Vemos uma pessoa com roupas vermelhas, ela está vendada, amarrada, imóvel e cercada por oito espadas. Além disso, é possível ver uma montanha no fundo.

Meu coração é vermelho, de vermelho vive o coração

Em uma carta de tarot, tudo possui um significado! A cor vermelha está associada a poder pessoal, energia, paixão. É a cor do nosso chacra básico, que lida com aspectos da nossa sobrevivência e segurança. O que será que está nos impedindo de usar essa potência para romper com essa situação? O que está nos impedindo de seguir a nossa estrada e subir a montanha tal como a representação de capricórnio rumo a conquista?

Naipe de espadas 

O filósofo Francis Bacon (1561-1626), nos disse uma vez: "Saber é poder". O naipe de espadas está relacionado a nossa capacidade de pensar, raciocinar, mas nesse arcano menor os nossos pensamentos não estão muito ao nosso lado. Isso porque algo lá no nosso íntimo aponta uma dívida, uma culpa e enquanto isso não for trabalhado intimamente, romper com essa situação e seguir em frente será impossível.

Ouvir o lado de dentro

O primeiro passo é acessar as profundezas da mente, a fim de identificar, ouvir e entender essa culpa. Não é à toa que na ilustração deste arcano menor do tarot a pessoa está com os olhos vendados, involuntariamente fechamos os olhos para nos concentrar, assim a gente ora, medita, dorme e tira qualquer influência externa que nos atrapalhe em nossa concentração.

Aceitação é gradual

É nesse mergulho que nos será revelada toda a verdade! Não importa a quantidade de justificativas que vamos dar para alguém ou para nós, nem mesmo as manipulações que tentamos fazer. Qualquer esforço contrário será em vão, mesmo que a sua filosofia seja o livre-arbítrio. A aceitação gradual do processo é o segundo passo, por mais desafiador que seja, saiba que o desespero é o seu maior inimigo nesses momentos e pode te levar a reagir de uma forma a deixar tudo ainda pior.

Essa carta do tarot é considerada um arcano cármico e aqui sim, diferente da ideia habitual de carma, esse não é muito agradável, teremos de enfrentar aquilo que ocultamos de nós mesmos com relação ao outro.

Felipe Bezerra é Tarólogo, Astrólogo e Terapeuta Holístico na Origem Therapias.

Jackpot Fishing
Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Jackpot Fishing Mapa do site

1234