Jackpot Fishing

PUBLICIDADE

Jackpot Fishing - BMW e Mini vão lançar 15 novos carros no Brasil em 2024

Maru Escobedo, CEO do Grupo BMW no Brasil, disse que a empresa pretende crescer pelo menos 5% e anuncia vários lançamentos

9 fev2024 - 11h52
(atualizado às 20h32)
Compartilhar
Exibir comentários
BMW X2, novo Mini Cooper, novo BMW M3 CS e novo BMW Série 5
BMW X2, novo Mini Cooper, novo BMW M3 CS e novo BMW Série 5
Foto: BMW / Guia do Carro

A BMW e a Mini não fazer pelo menos 15 lançamentos no Brasil em 2024, incluindo novos carros e novas versões. A informação foi dada por Maru Escobedo, CEO do Grupo BMW no Brasil, durante uma roda de conversa com alguns veículos da mídia brasileira – entre eles o Guia do Carro (Jackpot Fishing).

A executiva mexicana – única mulher a liderar uma montadora no Brasil – revelou alguns modelos, mas não todos. Dos 15 novos carros, seis serão da Mini, que acaba de ganhar uma nova geração na Europa.

Podemos esperar para o Brasil a chegada dos novos Mini Cooper a combustão, Mini Countryman e Mini elétrico, num total de seis versões. A Mini cresceu 31% em 2023 com 1.573 unidades vendidas e pretende ser totalmente elétrica em 2030, por isso vai avançar ainda mais na eletrificação.

Para a BMW, as novidades já confirmadas serão os novos BMW X2 e iX2 elétrico, os novos BMW Série 5 e i5 elétrico e o novo BMW M3 CS. Maru Escobedo disse também que o iX1 elétrico poderá ganhar uma nova versão, menos potente, para oferecer uma opção mais acessível aos clientes brasileiros.

Maru Escobedo, CEO do Grupo BMW no Brasil
Maru Escobedo, CEO do Grupo BMW no Brasil
Foto: BMW / Guia do Carro

Este ano a BMW comemora 10 anos da fábrica de Araquari, SC, onde monta o X1 a combustão, o Série 3 flex, o X3 e o X4. “Ter nossa fábrica aqui é muito importante”, disse Escobedo. “Queremos ficar aqui e que os nossos clientes tenham a certeza de que estaremos aqui.”

Ela afirmou que a operação é lucrativa e que a produção foi acelerada recentemente, chegando a 10 mil carros por ano (a capacidade é de 30 mil carros). Maru Escobedo disse que, por enquanto, não há planos de produção de carros híbridos ou elétricos no Brasil e que os novos impostos de importação afetaram os preços.

“Houve um impacto com os impostos e tivemos que subir os preços dos carros elétricos e híbridos em 2%”, disse. “Assumimos a maior parte do custo para proteger nossos clientes. Acho que não é ruim porque os impostos foram maiores.” É por isso que o BMW iX1 ganhará uma versão menos potente e mais acessível.

No ano passado a BMW cresceu 9,8% com 15.113 carros vendidos. “Desse total 70% foram feitos no Brasil”, disse Maru. A executiva comentou que o Grupo BMW cresceu 11% em 2023, mas que isso só aconteceu no segundo semestre, devido a dificuldades de logística até junho.

Futuro do Grupo BMW no Brasil

Maru Escobedo afirmou que as marcas BMW e Mini continuarão oferecendo carros de todas as tecnologias e também processos digitais, como o agendamento on-line, que ela destacou como um novo hábito dos clientes. Para 2024 está previsto também o vídeo on-line para que os clientes possam acompanhar, se quiserem, as revisões de seus carros.

Para além disso, o Banco BMW, que fornece serviços financeiros, também é importante para o grupo, pois permite que a BMW e a Mini façam algumas campanhas promocionais de varejo. “Quase 40% dos clientes gostam dos financiamentos”, disse Maru Escobedo, que passou sua primeira temporada no Brasil e está gostando de viver no país.

Ela revelou que uma de suas paixões é o pão de queijo, mas que isso a obriga a frequentar a academia com mais afinco. Para ela, o Brasil tem todas as condições de ser um produtor de qualquer tipo de carro, mas a diferença para o México, por exemplo, é que o país da América do Norte está muito mais avançado em eletrificação.

Sobre a chegada das marcas chinesas, temidas por várias montadoras tradicionais, Maru Escobedo vê com bons olhos. “Eu gosto da concorrência”, disse a mexicana. “Eles vão investir mais no Brasil, vão trazer mais carregadores, novas tecnologias. Para nós é muito bom.”

A executiva lembrou que a BMW foi pioneira no segmento de carros elétricos no Brasil, inclusive instalando vários carregadores públicos que hoje são usados por clientes de outras marcas: “No passado ninguém falava de eletrificação, só ‘os loucos de BMW’. Eletrificação? Para que?”

Atualmentre a BMW tem mais de 20 mil pontos de carregamento para carros elétricos e híbridos plug-in. Ela reconhece, entretanto, que a grande maioria são para clientes. Por isso, o Grupo BMW pretende fazer parcerias com outras empresas para oferecer mais carregadores públicos no Brasil.

Jackpot Fishing
Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Jackpot Fishing Mapa do site

1234