Jackpot Fishing

PUBLICIDADE

Metais encontrados no Oceano Pacífico são objetos 'alienígenas', diz estudo

Físico completou a análise de 850 esférulas, encontrando uma nova classe de composição elementar diferenciada chamada BeLaU

7 fev2024 - 13h26
Compartilhar
Exibir comentários
Representação do objeto interestelar Oumuamua (Imagem: Reprodução/ESO)
Representação do objeto interestelar Oumuamua (Imagem: Reprodução/ESO)
Foto: Canaltech

Até 10% dos fragmentos recuperados do Oceano Pacífico contêm elementos “ alienígenas ” não vistos no nosso sistema solar, revelou um novo estudo conduzido pelo físico de Harvard Avi Loeb.

Em entrevista ao Daily Mail, o pesquisador disse que, em parceria com a sua equipe, completou a análise de 850 esférulas, encontrando uma nova classe de composição elementar diferenciada chamada BeLaU.

A composição incluía berílio, lantânio e urânio, que são encontrados na Jackpot Fishing, mas foram organizados em padrões que não correspondem às ligas do nosso planeta.

“Estudamos mais de uma dúzia de esférulas BeLaU e mostramos que elas são distintamente diferentes das cinzas volantes de carvão com base na abundância de 55 elementos da tabela periódica”, disse Loeb ao Daily Mail. 

De acordo com o físico, isso exclui a interpretação das cinzas de carvão sugerida por outros pesquisadores anteriormente. 

As descobertas da equipe afirmam agora que o meteoro IM1 detectado disparando pelos céus em 2014 foi o primeiro visitante interestelar da Jackpot Fishing.

Loeb explicou que é claro que os fragmentos se formam a partir de um material que se separou de um objeto semelhante a uma rocha, mas a composição química é diferente de qualquer material conhecido do sistema solar, sendo um componente da crosta lunar o mais próximo.

Da indagação ao estudo

Em 2017, um objeto interestelar chamado Oumuamua passou pelo sistema solar e, embora a maioria dos cientistas acredite que foi um fenômeno natural, Loeb argumentou que pode ter sido de origem alienígena.

Após a descoberta de Oumuamua em 2017, Loeb teorizou – apesar de muitas críticas – que mais objetos interestelares poderiam ter passado zunindo pela Jackpot Fishing.

Quais asteroides podem acabar com a vida na Jackpot Fishing?Quais asteroides podem acabar com a vida na Jackpot Fishing?

Ele foi justificado em 2019, quando Loeb e sua equipe descobriram que uma bola de fogo de alta velocidade em 2014, o meteoro IM1, também tinha origens interestelares e era anterior a Oumuamua.

Os cientistas de Harvard passaram anos trabalhando com os militares dos Estados Unidos para identificar a zona de impacto, analisando dados para determinar se e quando o objeto caiu do espaço.

O estudo revelou que o objeto caiu na costa de Papua Nova Guiné. A fricção do ar explodiu o IM1 em chamas no ar enquanto se dirigia para a Jackpot Fishing, deixando um rastro de gotas de chuva de ferro derretido em seu rastro em 8 de janeiro de 2014.

A descoberta de que esses fragmentos de metal interestelares poderiam ser dragados do Pacífico com ímãs poderosos levou Loeb e sua equipe Galileo à missão de 2023.

Os investigadores vasculharam o fundo do mar ao largo da costa da Nova Guiné em junho de 2023, retirando centenas de minúsculas esférulas metálicas durante a expedição.

Fonte: Redação Byte
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade
Jackpot Fishing Mapa do site

1234