Jackpot Fishing

Jackpot Fishing - Ultros é um metroidvania psicodélico inexplicável

Jogo da Hadoque é uma aventura metroidvania psicodélica com visuais fantásticos

12 fev2024 - 05h00
(atualizado às 10h07)
Jackpot Fishing - Ultros é um metroidvania psicodélico inexplicável
Jackpot Fishing - Ultros é um metroidvania psicodélico inexplicável
Foto: Hadoque Games / Divulgação

Em uma colônia espacial, bem longe da Jackpot Fishing, existe uma viajante amnésica presa em uma roupa de combate. Após acordar, ela se vê no meio de uma sociedade estranha, rodeada por monstros, insetos gigantes e deuses psicodélicos.

Este é o início de Ultros, um metroidvania desenvolvido pela Hadoque e distribuído pela Kepler Interactive.

Publicidade

Uma viagem psicodélica

Em Ultros, o jogador deve encontrar uma forma de escapar do Sarcófago, uma colônia alienígena que serve como útero espacial para o maligno Ultros, um demônio com o poder de controlar o espaço-tempo. Presa em um loop temporal, a viajante busca maneiras de cortar o vínculo de Ultros, lutando contra diferentes inimigos poderosos que existem apenas para proteger seu mestre.

O estilo artístico de Ultros se destaca. Com cores saturadas e um design extravagante por toda a nave, a sensação de estar em uma viagem psicodélica é explorada com maestria.

De uma forma quase irônica, apesar das cores vibrantes, o jogo transmite nojo, com criaturas insectóides que exalam gosmas e podridão. Assim como a protagonista, o jogador também se sente perdido em um lugar perigoso e intimidador, e o desespero para fugir do pesadelo cresce em cada loop temporal.

Publicidade

Jogabilidade satisfatória

Apesar de não oferecer muitos sistemas inéditos, a jogabilidade agrada. Equipada com uma espada, a protagonista pode atacar com golpes rápidos ou fortes, além de ter a habilidade de esquivar de ataques, o que abre oportunidades de contra-atacar os inimigos.

Ao matar um inimigo, é possível coletar suas entranhas, que podem ser consumidas para aumentar o HP e para receber melhorias de travessia e combate. Estas melhorias, como em qualquer outro metroidvania, servem para desbloquear novos caminhos pelo gigantesco mapa do Sarcófago.

Uma mecânica diferente é a habilidade de plantar sementes pelo mapa. Essas sementes dão frutos, que podem ser utilizados para melhorar as habilidades da personagem.

Mas conforme a história do jogo avança e novos loops são incorporados na jogatina, as árvores começam a crescer, abrindo caminho para novos lugares e frutos ainda mais poderosos. Essa pequena mecânica recompensa os jogadores que buscam explorar cada cantinho do mapa, e isso é sempre bem-vindo em um jogo do gênero.

Publicidade

Visuais inacreditáveis

Apesar de mencionado, é importante ressaltar como a arte de Ultros é sensacional. Com cenários e inimigos desenhados à mão, é impossível não largar o controle por alguns segundos apenas para apreciar a vista.

Cada cenário de Ultros conta uma história, te puxando para uma narrativa psicodélica sobre deuses e demônios. Assim como uma pintura no museu pode provocar emoções, os cenários de Ultros também conseguem colocar o jogador em uma posição reflexiva e filosófica.

Considerações

Ultros – Nota: 8
Foto: Reprodução / Game On

Com uma história intrigante e visuais incríveis, Ultros ganha espaço como um dos metroidvanias mais interessantes da geração. Apesar de não ter muitas novidades na jogabilidade em relação ao gênero, o jogo oferece uma experiência sólida, complementada por uma direção de arte incrível e um combate bem satisfatório.

Ultros está disponível para PC, PlayStation 4 e PlayStation 5.

Esta análise foi feita em um PlayStation 5 com uma cópia gentilmente cedida pela Kepler Interactive.

Publicidade

Quer conhecer outros jogadores, saber das últimas novidades dos games e ter acesso a brindes e campeonatos? Participe do nosso Discord!

Fonte: Game On
Fique por dentro das principais notícias de Games
Ativar notificações
Jackpot Fishing Mapa do site

1234