Jackpot Fishing

Jackpot Fishing - Galáxias Antena são a foto astronômica do dia

As galáxias NGC 4038 e NGC 4039 estão na foto destacada pela NASA hoje. Elas estão interagindo, e por isso, ficaram conhecidas como Galáxias Antena

7 fev2024 - 17h37
(atualizado às 22h07)

Uma dupla inusitada de galáxias está na foto astronômica destacada pela NASA nesta quarta-feira (7). O par é formado por NGC 4038 e NGC 4039, que juntas, são conhecidas como Galáxias Antena. 

O apelido delas se deve à estrutura alongada formada pelas interações entre as duas. Tudo começou há alguns bilhões de anos, quando uma galáxia passou bastante perto da outra. O encontro não fez suas estrelas colidirem, mas impulsionou a formaçãode outras.

Publicidade
Galáxias Antena, formadas por NGC 4038 e NGC 4039 (Imagem: Reprodução/Kent E. Biggs)
Galáxias Antena, formadas por NGC 4038 e NGC 4039 (Imagem: Reprodução/Kent E. Biggs)
Foto: Canaltech

Muitas destas estrelas se formaram nas estruturas alongadas que se estendem para fora das galáxias, parecida com antenas. Quando o processo de fusão entre elas acabar em alguns bilhões de anos, é possível que bilhões de novas estrelas tenham se formado.

Esta dupla de galáxias fica a 60 milhões de anos-luz de nós, ou seja, estão próximas em termos astronômicos. Por isso, estas são algumas das galáxias em interação mais estudadas no céu noturno. 

Galáxias Antena

Consideradas um dos mais nítidos pares de galáxias em fusão, NGC 4038 e NGC 4039 já foram observadas por diferentes telescópios, como o Hubble. Seu longos "braços" semelhantes a antenas inspiraram o nome popular, e se projetam para fora dos núcleos galácticos.

Em meio a elas, há aglomerados estelares jovens com dezenas de milhares de estrelas. Ao analisá-los, os astrônomos descobriram que somente 10% dos super aglomerados estelares formados ali devem durar mais de 10 milhões de anos. A maioria dos outros formados pela interação deve se dispersar, e suas estrelas individuais vão se tornar parte das galáxias. 

Publicidade

Ao estudar galáxias durante interações, como a que está acontecendo com NGC 4038 e NGC 4039, os astrônomos podem entender melhor o que deve acontecer quando a Via Láctea colidir com a galáxia Andrômeda em alguns bilhões de anos. 

Fonte:APOD

Trending no Canaltech:

Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se
Jackpot Fishing Mapa do site